sexta-feira, 25 de junho de 2010

Versos inúteis

A qualidade do artista não é fazer arte.
A arte é inútil
É para aqueles que não têm preocupação
Para os que querem esquecer

A arte é dos gênios?
É daqueles que esquecem de si,
que veem o mundo

A arte não serve para nada
Antes servisse, e seria perfeita
Mas se fosse perfeita perderia sua nobreza
(sua graça é ser supérflua)
Se fosse útil, não seria dos artistas, pois
Artista é quem sente e
Sentir é luxo dado somente aos que ignoram os ponteiros
do relógio, do carro, do termômetro, da fábrica, do hospital,
da consciência

A qualidade do artista é, então, encarar o inútil. É ter coragem para quebrar o relógio
desligar a televisão,
voltar-se para o que é belo
E só então, fazer da beleza cor, palavra e colcheia
Torná-la tátil
visível
audível
inteligível
Mostrar aos (pre)ocupados
faces da vida
nunca dantes vistas

Um comentário:

  1. e o objetivo do artista é a falta de objetivo, é dar a cara a tapa, pensar, ser diferente :)

    ResponderExcluir